domingo, 3 de março de 2013

Fotografias esportivas icônicas e inspiradoras [40 Fotos]



Muhammad Ali e Cleveland Williams (1966). Ali nocauteia Willians no terceiro round diante de um público presente recorde de 35.460.


[02]
Descalço, corredor Abebe Bikila da Etiópia se aproxima do Arco de Constantino em seu caminho para vencer a maratona olímpica em Roma (1960) em tempo recorde de 2:15:16.2. A corrida foi realizada à noite devido a um calor sufocante do verão.


[03]
Michael Phelps conquista oitava medalha de ouro nas Olimpíadas de Pequim  (2008) após vencer o sérvio Milorad Cavic por uma diferença de  0,01 segundos.


[04]
Foto da Copa do Mundo de 1982 mostra Diego Maradona indo contra seis defensores belgas. Isso resume como muitos viram a seleção da Argentina do período: Maradona versus O Mundo.


[05]
Michael Jordan completa 50 pontos em grande estilo na partida decisiva da final do Slam Dunk Contest (1988).


[06]
Halterofista Matthias Steiner da Alemanha perdeu o equilíbrio ao tentar levantar cerca de 432 quilos, sendo atingido no pescoço pela barra. Ele levantou-se de pé e acenou para a multidão, mas depois retirou-se da competição. Olimpíadas de Londres (2012).


[07]
Com olho roxo e fechado, sul-coreano Kim Hyeonwoo posa com medalha de ouro na luta olímpica greco-romana (Londres, 2012)


[08]
A ginasta romena Nadia Comaneci completa um salto mortal durante o Verão de 1976, nos Jogos Olímpicos de Montreal. Comaneci foi a primeira ginasta a ser premiada com uma pontuação perfeita em um evento olímpico de ginástica e, no total, ganhou três medalhas de ouro em Montreal.


[09]
Nadador húngaro Ervin Kovacs começa o freestyle de 200 metros nos Jogos Paraolímpicos da Grécia (2004). Kovacs conquistou a medalha de prata na prova.


[10]
Maratonistas atravessam o Mercado Leadenhall nos Jogos Olímpicos de Londres (2012).


[11]
Os Jogos Olímpicos de Berlim (1936) foram marcados pelo desejo de Hitler em mostrar a supremacia ariana ao mundo. O atleta americano Jesse Owens ganhou quatro medalhas de ouro nos jogos, incluindo o salto em distância. A foto do pódio dessa premiação, em que o atleta alemão faz uma reverência nazista, é uma das imagens mais poderosas da história olímpica.


[12]
Velocistas americanos Tommie Smith (centro) e John Carlos (direita), descalços e erguendo os seus punhos enluvados de preto no pódio durante a entrega das medalhas olímpicas na Cidade do México (1968). Tratava-se de uma referência ao movimento dos Panteras Negras. Ambos foram expulsos dos Jogos devido ao ato de afirmação política. Em solidariedade, o australiano que ficou em segundo lugar usava um broche simbolizando os direitos humanos.


[13]
Em 1964, após derrotar Sonny Liston, Muhammad Ali conquista seu primeiro título dos pesos pesados, que manteria até 1967, quando a Comissão Atlética de Nova Iorque suspendeu sua licença de boxe e retirou seu título de campeão mundial por ter se recusado a alistar-se no exercito durante a Guerra no Vietnã.


[14]
Integrantes de um time de futebol da Serra Leoa formado por vítimas da Guerra Civil, que deixou mais de 6.000 amputados no país


[15]
Mesmo sendo uma partida pelas quartas de final, o confronto entre Argentina e Inglaterra na Copa do mundo do México em 1986 foi, definitivamente, o momento mais marcante daquele evento. Era a primeira vez que ambos se enfrentavam após a Guerra das Malvinas e um clima bastante tenso rondava a partida, fazendo com que o próprio exército mexicano patrulhasse as arquibancadas e as redondezas do Estádio Azteca, chegando a haver tanques e patrulhamento ostensivo nas ruas. O primeiro tempo terminou sem gols. No início do segundo, após driblar marcadores, Maradona passou a bola para um companheiro, que a perdeu. Steve Hodge, zagueiro adversário, chutou alto e a bola foi em direção ao goleiro Peter Shilton. Maradona continuou a correr e, com o punho cerrado, jogou a bola por cima de Shilton, vinte centímetros mais alto, fazendo com que a bola entrasse no gol inglês. Em espaço de alguns minutos, o argentino marcaria outro gol igualmente célebre, em uma arrancada de seu campo de defesa até o gol do adversário. Após a partida, Maradona declarou que "se houve mão na bola, foi a mão de Deus", para o delírio da torcida argentina, sentindo-se então vingada pela derrota na guerra.


[16]
Velocista canadense Ben Johnson lidera bloco durante a corrida de 100 metros nos Jogos Olímpicos de Seul, na Coréia (1988). Johnson iria ganhar o ouro e estabeleceu um novo recorde mundial, ambos sendo desconsiderado quando ele teve seu teste antidopping avaliado em positivo.


[17]
Serena Williams comemora um ponto durante partida pela final do Australian Open (2007) contra Maria Sharapova. Williams, bateu Sharapova e ganhou o torneio.


[18]
Reação do velocista jamaicano Usain Bolt depois de quebrar o recorde mundial nos 200 metros da final masculina com o seu tempo de 19,30 segundos. Ele havia quebrado o recorde mundial dos 100 metros no início dos jogos, também. (Olimpíadas de Pequim, 2008)


[19]
Priscah Jeptoo, do Quênia, repousa de joelhos após terminar a cinco segundo atrás da vencedora na prova de maratona feminina nas Olimpíadas de Londres (2012)


[20]
Até que um estudante de 25 anos de medicina chamado Roger Bannister corresse 1400m em 3 minutos e 59,4 segundos, nenhum ser humano jamais havia conseguido tal façanha.


[21]
Tiger Woods conquista sua quarta vitória consecutiva no Mastares (2001)


[22]
Dennis Rodman vai na horizontal para recuperar uma bola perdida durante um jogo contra os Pacers (1997). Nesse ano, Rodman conquistou pela sexta consecutiva o título de melhor jogador de sua posição, pela média de 16,1 rebotes totais por jogo.


[23]
Jockey Julien Leparoux tenta se equilibrar após perder o controle de seu cavalo (2006).


[24]
Kyle Whitaker, montador de rodeios dos EUA, perde sua bota em competição (2005)


[25]
Fotografia registra "momento exato" em luta de sumô.


[26]
Steve Bartman já tinha uma certa fama em sua cidade, Chicago,por ser um torcdor extremamente fanático do Cubs. No final de um jogo decisivo em 2003, uma bola de falta foi rebatida em direção de onde Steve estava sentado. Ele estendeu a mão para a bola, sem se atentar para o fato de que o jogador de seu time, Moises Alou, poderia pegá-la e marcar pontos decisivos. Bartman conseguiu segurar a bola, permitindo que o time adversário continuasse a jogada, marcado pontos e vencesse o jogo. Bartman ainda é criticado por muitos moradores de Chicago e esse dia ficou marcada como "A Noite do Pesadelo de Steve Bartman".


[27]
Randy McMichael voa para marcar touchdown (2002)


[28]
Partida pelas playoffs em 2003, entre Pittsburgh Steelers e Cleveland Browns. O receptor Antwaan Randle tem sua cabeça virada pelo atleta oponente Chris Akins


[29]
Mike Tyson e Evander Holyfield (1997). Mike Tyson morde a orelha de Evander Holyfield durante disputa de pesos pesados. Tyson teve sua licença temporariamente revogada e foi multado em US$ 3 milhões


[30]
Oscar Pistorius foi o primeiro atleta olímpico e paralímpico da história a competir de maneira simultânea e em igualdade de possibilidades com atletas não deficientes em nível mundial e olímpico  A sua participação em Pequim 2008 foi rejeitada. No dia 4 de Agosto de 2012 em Londres, Inglaterra, se tornou o primeiro atleta paraolímpico, a disputar uma Olimpíada em igualdade de condições com atletas considerados normais, alcançando a classificação para as semi-finais dos 400 metros rasos. No dia 9 de Agosto de 2012, juntamente com a equipe de revezamento 4x400m da África do Sul, se classificou para a final da modalidade nas Olimpíadas de Londres em 2012. Em 14 de Fevereiro de 2013 foi detido por suspeita de matar a sua namorada, Reeva Steenkamp com quatro tiros.






[31]
Abertura da temporada de basquete nos EUA com partida entre Carolina do Norte e Michigan State (2011). Partida ocorreu a bordo do USS Carl Vinson, na costa de San Diego.


[32]
Fotografia feita em 26 de março de 1989, durante o Grande Prêmio Brasil de Fórmula 1, no Autódromo de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro. Na fotografia, Ayrton Senna pisca o olho para o chefe de equipe da McLaren, Ron Dennis, sinalizando que estava pronto para correr. Fotografia: Evandro Teixeira.


[33]
Nos Jogos Olímpicos de Atlanta (1996), a ginasta americana mantém a pose, apesar de ter saltado com o tornozelo torcido, garantindo a medalha de ouro para o time americano.


[34]
Nos Jogos Olímpicos de Barcelona (1992), o velocista americano Carl Lewis comemora depois de ganhar a medalha de ouro e definindo um novo recorde mundial no revezamento 4x100 metros. Na etapa final da prova, Lewis fez o tempo de 8,85 segundo, manteve-se como o mais rápido até 2007.


[35]
Vista panorâmica de Lane Stadium durante a final do campeonato de futebol americano entre Virginia Tech Hokies e Boston College Eagles (1999).


[36]
110.078 torcedores do time de futebol americano Notre Dame Fighting vão de branco torer pelo seu time (2007). Tamanha comoção não gerou muito resultado em campo, já que o time visitante, o Lions Nittany, acabou vencendo a partida por 31-10.


[37]
Imagem que se tornou simbolo das Olimpíadas de Londres em 2012.

[38]
Atleta do Atlanta Braves, Greg Olson vai de cabeça para baixo apanhar a bola em partida contra o time de  Minnesota (1991)


[39]
O Jogo 5 das finais da NBA 1997 foi um momento de definição na carreira de Michael Jordan. O Utah Jazz tinha acabado de ganhar 3 jogos e se vencesse o 4º, venceria a série. Dias antes do jogo, Jordan foi diagnosticado com uma forte gripe e proibido de jogar pelos médicos. Michael Jordan ignorou a determinação e jogou 44 minutos (de 48 possíveis). Mesmo Visivelmente fraco e abatido, levou o Bulls à vitória e posteriormente reverteram o placar da série. Jordan terminou a partida com 38 pontos, 7 rebotes e 5 assistências, antes de cair nos braços de Scottie Pippen.


[40]
Fotografia feita em 30 de setembro de 1970, durante o jogo Brasil 2 x México 1, no estádio do Maracanã, Rio de Janeiro. Na imagem, o suor na camiseta de Pelé forma desenho de um coração. A versão que a foto teria sido simulada já foi desmentida dezenas de vezes. “Ainda hoje há quem me pergunte se não foi Photoshop, sempre tenho de explicar que isso nem existia naquela época”, afirma Luiz Paulo Machado. Fotografia: Luiz Paulo Machado.



Fontes:
- Buzzfeed
- Sports Illustrated
- Revista Bula

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...